100%

“Prefeituras investem hoje 22,5% de sua arrecadação em saúde”, afirma Ziulkoski

“As Prefeituras investem hoje 22,5% de sua arrecadação em saúde, muito acima, portanto, da obrigação legal”. A afirmação é do presidente da Confederação Nacional de Munícipios (CNM), Paulo Ziulkoski, e foi divulgada pelo Valor Econômico nesta sexta-feira, 19 de dezembro. O jornal divulgou estudo da entidade sobre o impacto da Emenda Constitucional (EC) 95/2016 que institui um teto para os gastos públicos federais vinculado à inflação.

Com o título Teto reduzirá investimento federal em saúde, diz estudo, a matéria afirma que a maior financiadora da saúde pública no país, a União caminha para perder esta posição em um prazo de 20 anos, caso seja mantido o teto de gastos federais que entrou em vigor este ano. Com base nos dados da CNM, a publicação assinala que as Prefeituras terão superado o governo federal, como principais fontes de recursos para a saúde.

Para 2036, os técnicos da Confederação projetam investimentos em saúde pela União correspondentes a 9,2% da Receita Corrente Liquida (RCL). Os cálculos se baseiam em uma taxa de crescimento do Produto Interno Bruto de 2,5% ao ano a partir de 2018, sempre acima do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Como consequência da correção das despesas primárias da União pela inflação, a estimativa é de que as despesas da União com saúde encolham em quase um terço, em termos de participação percentual destes gastos na receita. Em 2016, o gasto federal com ações em saúde somou R$ 106 bilhões, o equivalente a 13,2% da RCL.

Já um levantamento do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems) indica que em 2016 as Prefeituras responderam por 31,4% das despesas públicas com saúde no Brasil, enquanto a União concentrou 43% dos gastos. A fatia dos Estados foi de 25,6%. O teto gastos criado a partir da emenda prevê que o limite para as despesas primárias, excluindo juros e outros encargos), da União tenha seu valor corrigido pela variação do IPCA.

Ziulkoski se diz favorável ao ajuste das contas do governo federal mas destaca que, num cenário de expansão econômica, os gastos da União serão limitados pela evolução do IPCA enquanto as despesas dos municípios com saúde tendem a crescer. Isso porque as Prefeituras são obrigadas por lei a gastar 15% da receita com ações e serviços públicos de saúde. Uma arrecadação tributária maior, resultante de um reaquecimento da economia, se traduziria em investimentos mais altos, para cumprir o piso legal.

Com informações do Valor Econômico


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios

Notícias

Em entrevista à Agência Brasil, Aroldi fala sobre o Índice de Desenvolvimento Municipal
Em entrevista à Agência Brasil, Aroldi fala sobre o Índice de Desenvolvimento Municipal

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, concedeu entrevista sobre o Índice de Desenvolvimento Municipal (IFDM), divulgado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) na quinta-feira, 28 de junho. O estudo com dados de 2016 sugere: a crise econômica, que atinge o Brasil, fez com que o desenvolvimento dos Municípios retrocedesse três anos, ficando abaixo do patamar de 2013. De acordo com os números, apenas 431 Municípios do país...

CONQUISTA: publicado o decreto que estende prazo para reclassificação dos RAPs
CONQUISTA: publicado o decreto que estende prazo para reclassificação dos RAPs

Assim como prometido, a presidência da República concedeu mais seis meses para os Municípios com Restos a Pagar (RAPs) classificados como não processados ou não liquidados, até 2016, resolverem as pendências. Na noite anterior, o subchefe de Assuntos Federativos da Secretaria de Governo da Presidência da República, Marcelo Barbieri, entrou em contato com o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, para informar a publicação do Decreto 9.428/2018....

Roda de conhecimento trata da matriz de saldos contábeis
Roda de conhecimento trata da matriz de saldos contábeis

Você sabe o que representa a matriz de saldos contábeis e os prazos para os Municípios? Este é um assunto novo na administração pública nacional. Pensando nisso, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) trouxe o tema para a Roda de Conhecimento desta quinta-feira, 28 de junho. O técnico da área de contabilidade pública da CNM, Marcus Vinícius Cunha, explica que o tema é uma tendência de implantação e padronização entre todos os sistemas do país, adotando uma linguagem...

Coleta de Lixo Eletrônico no município
Coleta de Lixo Eletrônico no município

Nesta terça-feira (19) a ação chega novamente ao centro do Balneário Gaivota, na avenida Interpraias com a Rodovia José Tiscoski, ao lado do posto Ipiranga para que todos possam levar seus materiais de eletroeletrônico, vidros e óleo de cozinha.

CNM apresenta resultados em encerramento da campanha Lixo Zero: um desafio para todos
CNM apresenta resultados em encerramento da campanha Lixo Zero: um desafio para todos

Os desafios dos governos locais sobre a destinação adequada dos resíduos sólidos foram abordados pela Confederação Nacional de Municípios (CNM) ao longo das últimas duas semanas. A entidade encerra nesta sexta-feira, 15 de junho, a campanha Municípios Lixo Zero: um desafio para todos e destaca iniciativas que foram promovidas como forma de conscientizar a redução da produção e o consumo de produtos descartáveis. A campanha foi lançada no dia 5 de junho em comemoração ao Dia...

Saneamento: Municípios tem até dia 18 para fazer cadastramento no Avançar Cidades
Saneamento: Municípios tem até dia 18 para fazer cadastramento no Avançar Cidades

Termina na próxima segunda-feira, 18 de junho, o prazo para que Municípios com capacidade de solicitar empréstimo possam fazer o cadastramento da carta-consulta no sistema da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades (SNSA/MCidades). Os interessados devem, ainda, anexar a documentação para pré-qualificação institucional e técnica para participar do processo seletivo simplificado para contratação de operações de crédito para execução de ações de...

FPM bloqueado: CNM orienta Municípios sobre providências para regularização
FPM bloqueado: CNM orienta Municípios sobre providências para regularização

Todos os meses, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) disponibiliza uma relação de Municípios que podem ter bloqueios no Fundo de Participação dos Municípios (FPM) por conta de irregularidades. Para evitar o não repasse da verba às prefeituras a partir do segundo decêndio, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) orienta os gestores locais sobre as providências a serem tomadas para regularizar a situação e garantir a totalidade do repasse. A CNM lembra que a relação de...

Ministério da Saúde faz apelo para tentar alcançar meta de vacinação
Ministério da Saúde faz apelo para tentar alcançar meta de vacinação

O inverno está chegando e, com ele, aumenta a circulação do vírus da gripe, que pode levar à morte. Preocupado com as baixas coberturas vacinais registradas na Campanha Nacional de Vacinação contra a doença, o Ministério da Saúde prorrogou a vacinação até o dia 22 de junho. Também é preocupante o número de casos e mortes registrados no Brasil em decorrência da gripe. O número de ocorrências já dobrou em comparação com o mesmo período do ano passado. O secretário de...