100%

Maio Amarelo: acidentes provocaram quase R$ 200 bilhões de prejuízos

No mês que se promove o Movimento Maio Amarelo, uma pesquisa da Escola Nacional de Seguros aponta prejuízos de quase R$ 200 bilhões à economia com acidentes de trânsito em 2017, o que representa pouco mais de 3% do Produto Interno Bruto (PIB). Os dados contabilizam 83 mil vítimas, com registros de óbito ou sequelas irreversíveis. As motos são responsáveis por grande parte desse número, apesar de representarem apenas 1/3 da frota de veículos.

Foram 41.151 mil mortes e 42.344 casos de acidentes com sequelas irreversíveis, o que causou grande impacto na vida dos envolvidos, na economia e na rede pública de saúde. Os três Estado com maior quantidade de perdas econômicas foram: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, com prejuízos de R$ 30,91, R$ 19,52 e R$ 15,52 bilhões, respectivamente. O Nordeste é a região com a maior quantidade de invalidez por acidentes de trânsito, 16,328 mil casos.

A pesquisa foi tema de matéria do Bom dia Brasil desta segunda-feira, 7 de maio. Dentre os motivos para o número tão elevado destacam-se: a má conservação de estradas e veículos, a falta de sinalização adequada, mas principalmente, a imprudência no comportamento das pessoas ao volante. E é justamente para chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, a campanha Maio Amarelo foi lançada no dia final de abril.

Maio Amarelo
A mobilização deste ano coloca em pauta o tema segurança viária e pretende mobilizar toda a sociedade, envolvendo os órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada. O mês se tornou referência mundial de atenção ao trânsito, após a Organização das Nações Unidas (ONU) decretar a Década de Ação para Segurança no Trânsito, no dia 11 de maio de 2011.

O tema o “transito é feito de gente e a gente merece respeito” é parte de uma das peças publicitárias da ação. E o selo Laço Amarelo será uma forma de reconhecer boas ações e permitir que empresas e governos colaborem ainda mais com projetos estruturados na busca por um trânsito mais seguro. Ao aderir ao programa Município Laço Amarelo, os gestores poderão utilizar a marca em embalagens, camisetas, veículos, mídias sociais, produtos, etc. 

Leia também: Campanha do Maio Amarelo alerta sociedade para mortes no trânsito do país

Com informações do Bom Dia Brasil e do Maio Amarelo


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios

Notícias

Economia da Cultura: abertas inscrições para curso de capacitação sobre o setor de jogos eletrônicos
Economia da Cultura: abertas inscrições para curso de capacitação sobre o setor de jogos eletrônicos

Estão abertas inscrições para o curso Intercionalização no setor de games, que tem como objetivo capacitar os desenvolvedores de games. O curso é gratuito e ofertado pelo Ministério da Cultura (MinC), a Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais (Abragames) e o Núcleo de Estudos em Economia Criativa e da Cultura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (NECCULT-UFRGS). O curso de modalidade de educação à distância (EaD) é composto por quatro módulos e...

Municípios devem participar do dia D de vacinação contra gripe
Municípios devem participar do dia D de vacinação contra gripe

O Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe será no próximo sábado, 12 de maio, e os Municípios brasileiros devem participar da iniciativa, que propõe maior proteção da população brasileira contra o agravo. A ação promovida pelo poder público federal, em parceria com Estados e Municípios, começou em 23 de abril e vai até dia 1º de junho. A Confederação Nacional de Municípios (CNM) lembra que a atuação dos governos locais é fundamental para garantir o...

Maio Amarelo: acidentes provocaram quase R$ 200 bilhões de prejuízos
Maio Amarelo: acidentes provocaram quase R$ 200 bilhões de prejuízos

No mês que se promove o Movimento Maio Amarelo, uma pesquisa da Escola Nacional de Seguros aponta prejuízos de quase R$ 200 bilhões à economia com acidentes de trânsito em 2017, o que representa pouco mais de 3% do Produto Interno Bruto (PIB). Os dados contabilizam 83 mil vítimas, com registros de óbito ou sequelas irreversíveis. As motos são responsáveis por grande parte desse número, apesar de representarem apenas 1/3 da frota de veículos. Foram 41.151 mil mortes e 42.344 casos...

Acordos internacionais ganham espaço em ano de “marcha lenta” no Congresso Nacional
Acordos internacionais ganham espaço em ano de “marcha lenta” no Congresso Nacional

Dos 49 projetos aprovados neste ano pelos deputados, 28 são decretos referentes a acordos de cooperação entre o Brasil e outros países, segundo dados disponíveis no site da Câmara. Isso porque essas propostas que geram menos discussão, causam menos polêmica entre os parlamentares e são votadas mais rapidamente, esses decretos são aprovados no Congresso somente para ratificar os acordos. Esse tipo de projeto costuma ser votado de maneira simbólica (sem contagem de votos), às...

Presidente confirma novo horário
Presidente confirma novo horário

O presidente do legislativo de Balneário Gaivota, José Enio da Silva (PP) reafirmou nesta segunda-feira (05) que a próxima sessão já será em um novo horário, a partir das 18h45.

A alteração do horário faz parte de sua visão na presidência em facilitar o acesso dos moradores na Câmara de Vereadores “muitas pessoas querem acompanhar as sessões, com o novo horário os moradores terão ainda mais facilidade para acompanhar” comenta o presidente.

Ao Zero Hora, Ziulkoski fala sobre a crise enfrentada pelos Municípios
Ao Zero Hora, Ziulkoski fala sobre a crise enfrentada pelos Municípios

“Não há dinheiro novo para nada nos próximos 20 anos”, A afirmação foi feita pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, em entrevista ao jornal Zero Hora. Ele alertou que a crise econômica enfrentada pelos Municípios deve se tornar ainda mais grave neste ano de 2018 e lamentou o não repasse do aporte financeiro previsto para entrar em dezembro de 2017 no valor de R$ 2 bilhões. A reportagem divulgou estudo da entidade que aponta: no Rio...

Ministro do Planejamento confirma envio de projeto que prevê liberação do AFM
Ministro do Planejamento confirma envio de projeto que prevê liberação do AFM

O orçamento de 2018 foi tema de uma conversa entre o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, e o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, na última quinta-feira, 1º de fevereiro. Durante a conversa, o chefe da pasta sinalizou que vai enviar um projeto de lei ao Congresso Nacional, que estabelece o tão esperado Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM). Segundo anúncio feito pelo ministro neste dia 2 de fevereiro, o governo fará um bloqueio de R$...

Uso de energia solar pode trazer benefícios para agricultura familiar
Uso de energia solar pode trazer benefícios para agricultura familiar

Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos. Essa é a meta do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 7 (ODS 7). Os interessados no assunto vão desde as famílias que moram no campo, passando pelos Municípios urbanos, chegando a Estados nacionais. No âmbito municipal, provavelmente a maior atribuição do Município seja a de informar e conscientizar a população sobre a necessidade do uso racional do consumo da energia. Para isso,...